Estudo observa que dieta Mediterrânea rica em gordura, reduziu o risco de desenvolver Câncer de Mama em 62%

Novos dados do estudo clínico PREDIMED foram publicados num dos mais respeitados jornais científicos médicos, o JAMA Intern Med., em 14/09/15. Os pesquisadores compararam o risco de desenvolver câncer de Mama entre 3 grupos de pacientes. Dois grupos utilizaram a dieta mediterrânea, uma suplementada com azeite de oliva extra-virgem e a outra com castanhas e o terceiro grupo, o chamado grupo controle foi orientado a fazer dieta com restrição de gordura (low fat).

dieta mediterrânea e câncer de mama estudo PREDIMED

Conforme a tabela acima demonstra, o grupo que utilizou o azeite de oliva, apresentou uma redução no risco de desenvolver câncer de mama em 62%, comparado com os pacientes que fizeram a dieta de pouca gordura. 

E a conclusão do estudo foi de que a dieta Mediterrânea suplementada com azeite de oliva extra virgem possa ter um efeito benéfico na prevenção primária do câncer de mama.

Esta conclusão é bem importante, pois se observou que dietas pobre em gordura (azeite de oliva extra virgem) estaria relacionada com um risco maior de desenvolver câncer, neste caso de mama. E sabemos que as dietas low fat acabam sendo ricas em carboidratos, que fazem aumentar a glicose e a insulina (hormônio de crescimento celular)…