Isqueiro causa câncer de pulmão ?!

Vocês sabem que quando analisamos estudos científicos, e achamos 2 fatores associados, não significa dizer que um é necessariamente a causa do outro?

Em alguns formatos de estudos, os chamados observacionais, no qual se pega uma população, se acompanha ela por determinado período de tempo e se extrai os dados colhidos. Simplesmente só se observa o que ocorre nesse grupo de pessoas. 

Como um exemplo clássico que gosto de me referir, é o seguinte: se acompanha um grupo de pessoas que fuma e outro que não fuma, e depois de alguns anos se analisa alguns dados como número de pessoas que desenvolveram câncer de pulmão, os hábitos dietéticos,  culturais, etc. Daí se chega facilmente a uma observação: quem usa isqueiro teve mais câncer de pulmão! É verdade, e isso já tá bem comprovado com outros estudos que podem assegurar cientificamente essa máxima. Agora, será que é o isqueiro que CAUSA o câncer de pulmão?

Claro que não. Se você só comprar o isqueiro e não usar para fumar, não terá mais chance de ter um câncer de pulmão do que quem não fuma. Isso porque o isqueiro está associado claramente com fumantes, porque quem fuma também usa isqueiro, porém não é o fator causal da doença. 

Por isso que estudos observacionais, não conseguem estabelecer um fator causal, somente buscam associações. Câncer de pulmão e uso de isqueiro. No entanto o valor desses estudos, são justamente para levantar hipóteses e assim buscar se comprovar ou descartar esses fatores de causa e efeito com estudos apropriados a isso, no caso, os estudos experimentais duplo cego randomizados controlados. 

Então cuidado com qualquer coisa que você lê por aí, pois facilmente dá para interpretar que o isqueiro seria o causador do câncer de pulmão, e aí você verá assim a notícia: Isqueiro causa câncer de pulmão. 

Loucura, né?